Novidades

Imóveis: a indústria dos distratos e o risco de retrocesso da segurança jurídica

Com o agravamento da crise o número de distratos mais que dobrou nos últimos meses. A chamada 'taxa de devolução' já supera os 40% em algumas cidades.

O cenário é crítico se considerarmos que todos os dias milhares de negócios estão sendo desfeitos e, com isso, uma infinidade de imóveis está retornando aos estoques das principais construtoras e incorporadoras do país que, diga-se de passagem, já estão abarrotados! - indicando que estamos muito distantes de uma solução.

Vitimismo + Arrependimento + Mimimi + Xororo + ... + Etc = Prejuízo!

Uma coisa é certa: seja de forma 'amigável' ou pela via judicial, negócios desfeitos significam prejuízo para todas as partes, pois afetam a confiança e inibem o empreendedorismo.

O exponencial aumento no número de distratos deve ser visto com muita preocupação pelo mercado como um todo, pois - conforme forem os entendimentos das cortes no tocante aos ressarcimentos dadas às pressões mercadológicas, políticas e sociais - a insegurança jurídica voltará a reinar no país.

Leia o texto na íntegra e participe do nosso fórum de discussão:

Distratos: retrocesso à vista?

Equipe G9

Nossa missão é contribuir para o sucesso financeiro e pessoal dos nossos clientes.

G9 Negócios – Uma empresa do Grupo G9 Investimentos - Consultores Associados