Novidades

Empreendedorismo: que tal abrir um estacionamento?

Está cada vez mais difícil encontras vagas seguras e bem localizadas nas regiões e bairros mais movimentados das principais cidades brasileiras. A situação piora (e muito!) nos horários de pico e em dias de grandes eventos. Em parte, isso é resultado de uma nova tendência que vem ganhando cada vez mais espaço nas políticas urbanísticas: a sustentabilidade

Em síntese, a ideia é a seguinte: o pedestre deve voltar a ser o protagonista e os veículos particulares coadjuvantes. Em tese, tudo muito bonito, mas será que isso funciona na prática?

Embora este pensamento há décadas direcione os planos de ocupação das cidades dos países desenvolvidos, aqui no Brasil isso ainda é 'novidade'.

Ocorre que a burocracia para a aprovação de leis de zoneamento e uso do solo faz com que mesmo uma simples mudança no sentido de uma rua leve anos para ser aprovada, pois - além dos entraves políticos - existem inúmeros conflitos de interesse que, por sua vez, geram resistência por parte dos comerciantes, proprietários de imóveis que precisam ser expropriados, comunidades afetadas pelas mudanças, etc.

Resultado:

Muito tempo e dinheiro gastos e nenhum ganho significativo em termos de mobilidade para a população.

A justificativa continua sendo a inexistência de um transporte público de qualidade capaz de absorver o contingente de usuários que - efetivamente - deixaria os carros nas garagens e passaria a usar outros meios de locomoção. Sem tal alternativa, pelo menos no tocante ao trânsito, falar em cidade sustentável remete aos filmes de ficção (para não dizer drama ou terror!).

Falta de Vagas + Falta de Segurança = Mais Lucros para os Estacionamentos!

Conheça mais sobre este negócio praticamente à prova de crises e que não pare de crescer.

Clique no link e saiba mais!

Empreendedorismo: que tal abrir um estacionamento?

Boa leitura!

Equipe G9