Novidades

Consultor do G9 Investimentos dá dicas sobre o uso do cartão de crédito no Jornal VALIA

O Jornal VALIA é o jornal eletrônico do fundo de previdência e aposentadoria complementar da VALE. No último mês de Julho, a seção Economia Doméstica tratou sobre o uso do cartão de crédito, alertando para os cuidados que o usuário deve ter em relação a este meio de pagamento.

Leia na íntegra o que diz a matéria

Cartão de crédito: bom senso e planejamento são fundamentais no uso

Tire suas dúvidas sobre esse método de pagamento eletrônico

Cada vez mais o cartão de crédito se firma como a forma mais comum utilizada para realizar transações financeiras. O grande problema do “dinheiro de plástico” é que muitos usuários acabam perdendo o controle e gastando mais do que podem pagar na fatura mensal. Além disso, há ainda o risco de fraudes, como clonagem, que causam grandes dores de cabeça às operadoras e aos usuários.

Como escolher um cartão de crédito de forma segura

Por ser uma modalidade muito comum no mercado, as instituições financeiras procuram ampliar as opções disponíveis de cartões de crédito. O problema é que, de modo geral, as pessoas não sabem definir os aspectos relevantes para a escolha do cartão mais adequado ao seu perfil. Para o consultor financeiro Gustavo de Carvalho Chaves - G9 Investimentos, o futuro usuário fica tão preocupado com o valor da anuidade, o limite de crédito e o pacote de benefícios e vantagens oferecidos pela instituição financeira que se esquece de priorizar outros pontos importantes antes de tomar uma decisão.

“É fundamental que o interessado em ter um cartão de crédito busque uma empresa comprovadamente idônea e que cobre os menores encargos financeiros (que, na prática, são as taxas de juros mensais e anuais incidentes sobre saques e financiamentos) e cujo valor das tarifas pelo uso de serviços adicionais como saques no Brasil e no exterior, seguros, cartões adicionais, assistência, reposição, entre outros, seja justo. Em seguida, é recomendável que sejam avaliados os aspectos operacionais da administradora, tais como: abrangência, qualidade de atendimento, satisfação dos usuários, clareza das faturas, segurança e incentivo à fidelização”, conclui ele.

Cuidados que o titular do cartão deve ter

O cartão de crédito pode facilitar a vida financeira, se for usado de forma inteligente. Através dele é possível realizar pagamentos à vista, sem precisar portar dinheiro em espécie; fazer parcelamentos e financiamentos, com a possibilidade de escolher a data de vencimento das faturas e até sacar dinheiro em caixas eletrônicos. No entanto, todas essas vantagens podem se tornar problemas para o usuário se o mesmo não souber administrar suas despesas. Os juros dos cartões estão entre os mais altos do mercado e, portanto, atrasos na hora de quitar as faturas e o chamado “pagamento mínimo”, podem ser os primeiros passos para um grande abismo de dívidas.

“Comodidade custa caro. Esta é sem dúvida umas das principais armadilhas do uso indiscriminado do cartão de crédito e que atinge - principalmente - usuários que gastam além das suas possibilidades. No pagamento mínimo das faturas incide cobrança de juros que podem tornar a situação insustentável”, explica o consultor. Fica claro, então, que planejamento e informação são duas palavras-chaves para utilizar o cartão de crédito de forma consciente.

Coordenação e produção:

Karolina von Sydow Domingues Gomes
Analista de Comunicação
Scriptorio Comunicação