Biblioteca

Você sabia que é possível pagar parcelado os imóveis adquiridos em leilões judiciais?

Quem está começando a se interessar pela compra de imóveis em leilões judiciais talvez ainda não saiba que existe a possibilidade do arrematante (que na prática é o comprador) não pagar à vista o valor integral do objeto leiloado.

A regra geral vale para bens móveis e imóveis, e prevê duas hipóteses:

  1. pagamento imediato do preço pelo qual o item foi adquirido;
  2. pagamento no prazo de 15 (quinze) dias, pelo mesmo preço, desde que prestada caução.

Entretanto, essa regra tem exceção quando se trata de bem imóvel:

- A pessoa interessada em adquirir algum bem imóvel que tenha ido a leilão tem o direito de apresentar uma proposta por escrito ao Juiz da causa.

Neste caso, a condição é que a proposta contemple o pagamento à vista de no mínimo 30% do valor da avaliação. Os 70% restantes serão garantidos por hipoteca sobre o próprio imóvel, cabendo a quem formulou a proposta indicar:

  • o prazo;
  • a modalidade e
  • as condições de pagamento do saldo.

Ao Juiz caberá decidir - quando da praça - se o bem será adquirido por quem apresentou melhor lance ou formulou a proposta mais conveniente.

Sem dúvida, essa é mais uma grande vantagem dessa interessante forma de investir em imóveis.

Qualquer dúvida escreva para mim.

Até a próxima!

» Leia Agora: Vale a pena investir em imóveis para locação?

Nossa missão é contribuir para o sucesso financeiro e pessoal dos nossos clientes.

G9 Negócios – Uma empresa do Grupo G9 Investimentos - Consultores Associados