Biblioteca

Rio de Janeiro 2016: Uma olimpíada de oportunidades!

Definitivamente o Brasil está na rota dos grandes eventos mundiais. Depois da Copa (melhor esquecer!), em breve, pela primeira vez em nossa história, sediaremos os Jogos Olímpicos. 

Para atender esta demanda com qualidade, além das imprescindíveis obras de infra-estrutura, é fundamental haver investimentos em capacitação e qualificação de mão-de-obra, principalmente, na prestação de serviços. Sem dúvida isso será um dos maiores desafios das Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro e, ao mesmo tempo, uma excelente oportunidade para os empreendedores locais.

A seguir, comentaremos sobre duas atividades de apoio ao Turismo muito lucrativas e populares no exterior e que podem ser iniciadas a partir de pequenos investimentos.

1) Hospedagem em Casas de Família ou Bed & Breakfast

Sistema de hospedagem de baixo custo e de boa qualidade muito popular na Europa. Consiste no aluguel de quartos em casas de família ou imóveis adaptados para estes fins. Pode ser utilizado por grupos ou individualmente. Em alguns casos, além da hospedagem são oferecidas refeições, serviços de lavanderia, guarda-volumes e assessoria turística. O valor das diárias varia conforme a época, tempo de permanência, padrão da acomodação e público-alvo.

  • Requisitos: os interessados precisam possuir um ou mais imóveis em boas condições de uso, bem localizados e com capacidade de adaptação;
  • Divulgação: blogs, web-sites e publicidade escrita;
  • Investimentos: capacitação em hotelaria;
  • Recomendações: cuidados com segurança, noções de câmbio e conhecimentos de outros idiomas.

2) Motorista-guia ou Driver-guide

Profissional especializado na prestação de serviços de transporte de passageiros com itinerários pré-definidos. Popular em muitos países da Europa, Oceania e também nos EUA, porém ainda pouco conhecido dos brasileiros. Este tipo de serviço costuma atender tanto ao turismo de negócios como ao turista tradicional, que viaja sozinho ou em grupos. Os trabalhos incluem recepção e traslado de viajantes (aeroportos, portos e terminais rodo ferroviários), condução à hotéis, restaurantes, eventos, reuniões, city-tours e, eventualmente, pequenas viagens. Podem oferecer exclusividade no atendimento e comumente trabalham em horários alternativos. O valor do serviço costuma ser superior ao cobrado pelos taxis tradicionais.

  • Requisitos: possuir veículos seguros, preferencialmente de grande porte e capazes de acomodar confortavelmente pequenos grupos;
  • Divulgação: blogs, web-sites e parcerias junto à agências de turismo, hotéis, restaurantes, empresas, etc;
  • Investimentos: noções de primeiros-socorros e direção defensiva;
  • Recomendações: noções de câmbio e conhecimento de outros idiomas.

IMPORTANTE:
Atue sempre de forma legalizada e de acordo com a legislação vigente. Consulte os órgãos oficiais Estaduais e Municipais de Turismo sobre a necessidade de licenças e credenciamento para estes serviços.

» Leia Agora: Até quando será possível viver de juros?

Nossos Produtos e Serviços