Biblioteca

Fique Longe das Dívidas: conheça os 10 mandamentos do sucesso financeiro

Quem de nós nunca desejou viver sem se preocupar com dinheiro. Atitudes simples e hábitos saudáveis podem, sim, tornar isso possível. Afinal, a dita Independência Financeira não é algo restrito aos ganhadores da loteria ou exclusivo dos herdeiros das grandes fortunas, tampouco é uma questão de sorte ou casualidade, muito pelo contrário. Não há limites para o desejo de prosperar.

A seguir, falaremos sobre atitudes simples e que certamente estão ao alcance de todos que desejam realizar este sonho, independente de classe social, renda ou grau de instrução.

1) NUNCA GASTE MAIS DO QUE RECEBE

Por mais improvável que pareça, essa condição essencial ainda é a regra mais desrespeitada de todas. De modo geral, os problemas financeiros têm início com a dificuldade das pessoas em ajustar suas receitas e despesas à realidade em que vivem. Devido ao descontrole do orçamento pessoal, incorporam aos seus rendimentos o limite do cartão de crédito, do cheque-especial, dos empréstimos pessoais, etc, e quando percebem estão reféns dos juros, das dívidas e da falta de dinheiro.

Por outro lado, quem consegue superar essas dificuldades e vive de acordo com as suas possibilidades, logo percebe como é fácil economizar e entrar num ciclo virtuoso de crescimento financeiro.

2) IDENTIFIQUE E CORTE OS SEUS GASTOS SUPÉRFLUOS

Definir o que é um gasto supérfluo é algo muito pessoal, pois o que para uns pode parecer uma futilidade, para outros pode representar um objetivo de vida. Sendo assim, cada um de nós deve buscar essa resposta intimamente e de forma racional.

Se investidas de forma correta, as economias geradas a partir do corte de gastos supérfluos podem assumir um importante papel na melhoria da qualidade de vida do indivíduo, contribuindo para a realização de sonhos, como por exemplo, a compra de bens e a formação de reservas.

3) POUPAR DEVE SER UM HÁBITO

Poupar é sem dúvida a base do processo de Independência Financeira. Ainda que cada etapa da nossa vida possua metas e objetivos peculiares, é imprescindível que o hábito de poupar sempre esteja presente, pois somente desta forma é que conseguiremos acumular recursos suficientes para atingir nossos objetivos financeiros e patrimoniais de curto, médio e longo prazo.

4) PAGUE-SE PRIMEIRO

Muitas pessoas deixam suas economias "para depois", pois pensam que o correto é gastar o dinheiro e, somente se sobrar algum, fazer algum tipo de investimento, quando o correto é fazer justamente o contrário, ou seja:

- aplicar o dinheiro imediatamente após o recebimento, poupando o máximo possível.

Desta forma colocaremos o poder dos juros compostos e do prazo à nosso favor, o que será extremamente compensador para as nossas economias.

5) INVISTA SOMENTE EM ATIVOS REAIS

Quem considera a casa própria, os veículos de passeio, os imóveis para lazer, dentre outros bens de caráter passivo como investimento, certamente terá mais dificuldade para alcançar seus objetivos financeiros. Devemos priorizar a aquisição de bens capazes de gerar receita adicional (ATIVOS REAIS), pois – além de ficarmos menos vulneráveis economicamente – estaremos favorecendo o crescimento do nosso patrimônio e diminuindo nossa dependência do trabalho remunerado.

6) ENTENDA O QUE É RISCO E ANTECIPE CENÁRIOS

Para alcançar a Independência Financeira é preciso ser capaz de identificar oportunidades de negócio realmente lucrativas e ainda, compreender o que é risco. Em muitos casos isso irá demandar ousadia e sacrifícios temporários. Quem tem esse objetivo não pode ficar restrito ao “feijão com arroz” dos investimentos ou seguir palpites e "achismos" de pessoas despreparadas ou que têm algum tipo de interesse ou benefício com as nossas decisões. É imprescindível estar constantemente bem informado e atento às tendências.

7) SONHE, PLANEJE E SIGA SUAS METAS

Tão importante quanto estabelecer metas é segui-las. É preciso disciplina para não “sair do caminho”, mesmo quando o objetivo parecer impossível de ser alcançado.

8) DÊ VALOR AS PEQUENAS CONQUISTAS

Uma característica comum às pessoas que alcançam a Independência Financeira é o sentimento de realização a cada pequena conquista: seja sair do "vermelho", abrir uma Caderneta de Poupança ou adquirir uma nova máquina que possibilitará o crescimento do seu negócio. É preciso vibrar, comemorar e ser otimista. Não importa a dimensão: cada passo tem um papel fundamental no processo. Valorizar os pequenos progressos e fazer deles um novo estímulo para superar os próximos desafios é uma vitamina essencial.

9) FAÇA SEGUROS DE VIDA E DOS SEUS PRINCIPAIS BENS

Regra básica e, no entanto esquecida ou até mesmo desconhecida pela maioria das pessoas. Não faz sentido adquirir bens e formar um patrimônio material relevante e "esquecer" de protegê-lo dos imprevistos e das situações do cotidiano que oferecem alto risco, como incêndios, furtos, acidentes, enchentes, deslizamentos, etc.

Nunca deixe seu patrimônio descoberto. O mesmo vale para você e para sua família.

Se for preciso abra mão de uma camisa nova ou deixe de ir jantar fora, porém jamais deixe seu patrimônio vulnerável. Investir em seguros pode ser a diferença entre perder tudo ou manter seus os bens.

10) USE O TEMPO A SEU FAVOR

O TEMPO é o ativo mais valioso que temos. Se soubermos usá-lo a nosso favor teremos um grande aliado e certamente alcançaremos todas as nossas metas. Do contrário, quando nos dermos conta, provavelmente será tarde demais.

» Leia Agora: Alugar ou financiar um imóvel? Separamos 7 dicas que poderão ajudar nesta decisão. Confira!

Nossa missão é contribuir para o sucesso financeiro e pessoal dos nossos clientes.

G9 Investimentos - Consultores Associados