Biblioteca

Economia: Crise ou oportunidade?

Interessante como a razão e a emoção raramente (- para não dizer nunca!) andam lado a lado, principalmente quando o assunto é dinheiro.

A enxurrada diária de “velhas” más notícias como demissões em massa, recessão, queda do consumo, etc, contribui para o aumento do pessimismo e da incerteza da população quanto à retomada do crescimento do Brasil. Entretanto, para pessoas dispostas a enxergar 'o copo meio cheio' e que possuem projetos pessoais consistentes e voltados para o longo prazo, este momento tem muito mais aspectos positivos do que negativos.

Oportunidade Histórica para Investir

A grave crise econômica que o país vem enfrentando nos últimos meses pode e deve ser encarada como uma oportunidade histórica para novos negócios e investimentos.

Empresas idôneas e fiéis aos seus propósitos possuem planos de investimento com prazos superiores a 10, 15 ou 20 anos e, portanto, independentes de crises sazonais. Executivos sérios planejam ações para muito além das suas gestões.

Atualmente, os papéis de muitas destas companhias estão baratíssimos, derrubados por um sentimento de pessimismo generalizado e muitas vezes especulativo, sem nenhuma relação com o verdadeiro potencial destes ativos e/ou dos seus respectivos setores. Se investir nestas empresas já era um excelente negócio, agora ficou melhor ainda. É como uma espécie de 'black-friday' do mercado financeiro, comparável a entrar numa loja em época de liquidação e poder encher o carrinho de pechinchas para usar no futuro, ainda que hoje pareça distante.

Investidor x Especulador

Ser sócio de uma empresa não se resume a acompanhar o valor diário das suas ações, tampouco a receber dividendos. Muito pelo contrário. É preciso acreditar e participar do negócio, bem como conhecer seus riscos e potencialidades. Isso vale para tanto para uma pequena empresa familiar quanto para as grandes companhias que possuem ações listadas na Bolsa.

Ainda que a população cresça num ritmo inferior ao observado nas últimas décadas, tudo nos leva a crer que sempre irá precisar de dinheiro, combustível, petróleo, aço, minério, energia, água, habitação, transporte, tecnologia, alimentos, serviços, etc.

Antecipar cenários é fundamental para quem REALMENTE quer investir. Pense nisso.

Bons investimentos!

» Leia Agora: Gestão do Capital de Giro: o grande desafio do empreendedor iniciante

Nossos Produtos e Serviços