Biblioteca

Conheça a SATIS FUDGE: empresa ganhadora do Concurso Caso Comentado 2011

Em 2010 as administradoras Márcia Oliveira e Theresa Christina Schiel decidiram empreender. Os anos de experiência acumulados em outras atividades, bem como, as viagens pelo Brasil e pelo exterior, serviram de suporte para o novo desafio, que teve na inovação um dos seus pontos fortes.

Saiba mais sobre o surgimento desta empresa que a cada dia que passa conquista mais espaço no mercado de doces de Curitiba.

1) De que forma as experiências profissionais anteriores podem ter sido válidas na hora de abrir o negócio?

Nossa experiência profissional foi focada na área educacional, coordenando o desenvolvimento de projetos, cursos, treinamentos e eventos de extensão universitária. As experiências anteriores em áreas de marketing e relações internacionais também contribuiram para a concretização do negócio, desde a negociação com os fornecedores até o lançamento do produto e da marca no mercado. 

2) Como foi a escolha do ramo e do produto?

Após experimentarmos o fudge na Nova Zelândia, ficamos encantadas com seu sabor e textura.  Como já tínhamos a intenção de abrir um negócio próprio em parceria, retornamos ao Brasil e por intermédio de uma pesquisa verificamos que o fudge era um produto inédito por aqui. Começamos as negociações para obter a concessão da receita com os mesmos padrões de qualidade de lá.  Após um longo período de estudo, abrimos a Satis Fudge.

3) De onde surgiu o nome, a marca e a identidade corporativa?

O nome satis vem do latim e significa satisfatório, abundante. Nossa ideia era passar um nome forte e ao mesmo tempo curto que combinasse com fudge, que é o nome do doce. A identidade da Satis Fudge foi cuidadosamente criada por profissionais após ampla pesquisa de mercado.

4) Na opinião de vocês, qual a maior dificuldade enfrentada durante a fase inicial da empresa?

Inicialmente a maior dificuldade foi encontrar um ponto que fosse adequado à produção dos fudges e ao mesmo tempo que atendesse ao nosso público-alvo de maneira satisfatória em termos de localização.

5) Que aspectos da gestão demandaram maior envolvimento no primeiro ano de atividade?

Inicialmente nosso esforço concentrou-se na adequação da produção dos fudges, pois tínhamos que manter a qualidade, adaptar ao paladar brasileiro e ainda o desafio de lançar novos sabores. Cumprida esta etapa focamos fortemente na divulgação, pois apesar do fudge ser bastante antigo no exterior, ainda era inédito no Brasil, e precisávamos apresentá-lo ao público brasileiro.

6) Quais as principais metas para 2012?

Para 2012 pretendemos apresentar novos formatos para consumo de fudge,  lançar novos sabores e oferecer mais opções de embalagem. Acreditamos que expandindo nosso cardápio, estaremos dando oportunidade para que mais consumidores experimentarem o fudge de forma diferenciada.

7) Por que vocês decidiram participar da promoção do G9. Que expectativa vocês têm deste projeto?

A G9 tem sido uma parceira de extrema importânica para a Satis Fudge. Sua consultoria financeira nos permite analisar informações fundamentais para que o crescimento de nossa empresa ocorra de maneira sólida e segura. 

Participar deste projeto é ter a oportunidade de aprender com especialistas de diversas áreas, além da trocar experiências e informações. É sem dúvida alguma um grande diferencial.  

 

» Leia Agora: Os 5 erros capitais das micro e pequenas empresas

Nossos Produtos e Serviços