Biblioteca

Comportamento: Ser previdente ou imediatista?

A História está repleta de exemplos de indivíduos nascidos em famílias abastadas, que herdaram enormes fortunas e que por não saberem administrar o patrimônio viveram seus últimos dias dependendo da caridade de amigos, familiares ou, até mesmo, do Estado.

No outro extremo estão aquelas pessoas que vivem em função de um futuro sempre distante e que talvez nunca chegue. Muitas, mesmo sem precisar, costumam privar a si e aos seus até mesmo os simples sabores da vida, abrindo mão do conforto material, sempre em busca de uma 'riqueza' cuja definição é puramente subjetiva.

Ser previdente ou imediatista?

Mas, afinal, devemos viver intensamente o presente e entregar nosso futuro ao acaso ou levar uma vida regrada e com restrições para, quem sabe, vivenciarmos um futuro confortável?

Certamente esse é um dos maiores dilemas da nossa vida financeira e, portanto, requer uma reflexão pessoal, considerando que não existe uma resposta que sirva para todos.

Seja previdente!

Se deixarmos as questões de natureza emocial de lado é pensarmos racionalmente - nos atendo estritamente ao ponto de vista financeiro - é possível afirmar que ser previdente certamente trará mais benefícios do que ser imediatista, senão vejamos:

  • É fato que o custo de vida irá aumentar na medida que a idade avançar;
  • O aumento da longevidade é uma realidade, o que nos permite concluir que viveremos cada vez mais;
  • É fundamental considerarmos que com o envelhecimento a nossa capacidade de produção e, consequentemente, de geração de renda, naturalmente irá diminuir.

Essa combinação de fatores não deixa dúvidas da vital importância de planejarmos cada etapa da nossa vida.

Otimismo x Pessimismo, Sorte ou Azar

Isso não pode ser tratado como uma questão emocional típica do conflito pessimismo x otimismo ou de sorte ou azar e sim, com a racionalidade e frieza puras da matemática, senão, a conta 'não vai fechar'. Ora, se viveremos mais e precisaremos de mais recursos financeiros, temos que pensar nisso enquanto temos condições físicas e mentais para planejar este momento. Do contrário, teremos uma velhice dramática e cheia de restrições, dependendo dos outros - literalmente - para tudo!

É assim que você quer curtir a 'melhor idade'?

Agora que você já sabe que vale a pena pensar no seu futuro financeiro, que tal saber quanto precisa guardar para viver com tranquilidade?

 

» Leia Agora: Ganhe dinheiro com estacionamentos!

Nossa missão é contribuir para o sucesso financeiro e pessoal dos nossos clientes.

G9 Negócios – Uma empresa do Grupo G9 Investimentos - Consultores Associados