Biblioteca

As diferenças de comportamento financeiro entre homens e mulheres

Olá!

Hoje falaremos sobre algumas diferenças de comportamento financeiro entre homens e mulheres.

Primeiramente, é preciso fazer uma distinção entre aquelas pessoas que gastam compulsivamente e sem medir as consequências e as que gastam por necessidade.

Efeitos da Crise

Diante de tantos aumentos, mesmo os indivíduos mais disciplinados têm muita dificuldade para guardar dinheiro e, não raro, acabam deixando de pagar as contas pessoais e/ou familiares em dia. Isso demonstra o quanto a inflação é prejudicial para um país, umas vez que afeta diretamente os índices de inadimplência e endividamento das famílias e, consequentemente, inibe o crescimento econômico.

Culturalmente as mulheres têm fama de 'gastadoras', porém, esse rótulo é injusto. Após anos acompanhando famílias dos mais diversos padrões e estilos de vida observei que  - ainda que isso aconteça em alguns casos - a maioria delas costuma ser mais regrada e organizada financeiramente do que os homens de um mesmo contexto socioeconômico.

Na realidade muitas mulheres acumulam funções, ou seja, além de trabalhar para contribuir para o sustento da família, elas ainda ficam responsáveis por outras tarefas que envolvem dinheiro, como por exemplo, pagar contas e fazer as compras da casa. Sendo assim, quando os preços sobem e a quantidade de produtos adquiridos nos supermercados diminui não significa que elas estejam "gastando a mais" em favor delas, e sim, procurando manter um padrão mínimo de qualidade de vida para os seus familiares, o que para alguns pode parecer que o dinheiro está sendo gasto em 'supérfluos' tipicamente femininos.

Outro ponto a favor das mulheres está na capacidade de ajustar o orçamento doméstico. Por estarem sempre atentas às necessidades da família, quando é preciso economizar elas sabem exatamente onde é possível cortar gastos para 'esticar' o orçamento. Imprescindível destacar ainda que as mulheres não hesitam em abrir mão de tudo aquilo que lhes dá conforto e bem estar em pról dos seus, atitude que nem sempre é observada nos homens.

Objetos de desejo

Talvez a diferença de comportamento financeiro mais acentuada entre homens e mulheres possa ser percebida em relação aos objetos de desejo.

Enquanto eles preferem gastar com 'brinquedos caros' (Ex: carros, eletroeletrônicos, etc), elas gastam comprando ou consumindo itens relacionados à imagem e ao bem estar pessoal, como roupas, sapatos, acessórios, cosméticos, serviços de estética, objetos de decoração, viagens, etc.

Vale lembrar ainda que – independente do gênero – as prioridades variam conforme a idade, o meio social e o grau de instrução.

Investimentos

Em relação aos investimentos homens e mulheres também possuem diferenças significativas de comportamento. Enquanto eles estão sempre em busca de alternativas mais ousadas e, consequentemente, mais arriscadas, elas - no geral - se mantém conservadoras ou moderadas. Um exemplo disso é que - apesar de nos últimos anos a participação feminina em Bolsa de Valores (investidores individuais) ter aumentado significativamente - o número de investidores do sexo masculino ainda é muito superior, o que nos permite pensar que:

- se tivéssemos mais mulheres neste mercado certamente estaríamos vivendo dias melhores.

Até a próxima!

» Leia Agora: Sobram imóveis em leilões. Entenda por quê.

Nossa missão é contribuir para o sucesso financeiro e pessoal dos nossos clientes.

G9 Negócios – Uma empresa do Grupo G9 Investimentos - Consultores Associados