Biblioteca

Aposentadoria: Não basta pensar. É preciso planejar.

É hora de curtir a vida! A recompensa pelos anos sacrifício: mais tempo para a família, dar mais atenção aos amigos, poder ajudar as pessoas, fazer a viagem dos sonhos, voltar aos lugares preferidos, trocar de carro ou, simplesmente, não ter hora para nada. São tantos planos que é difícil saber por onde começar, afinal, ainda “ontem” tínhamos que cumprir horários e atingir metas e, hoje, ao amanhecer, estávamos livres das obrigações profissionais.

- Quem de nós nunca imaginou este dia, não é?

O momento da aposentadoria, assim como todas as fases importantes da nossa vida, também requer planejamento. Com o aumento da longevidade e do custo de vida, pensar em Previdência não pode se resumir a contribuição mensal para o INSS, do contrário - salvo para quem tiver outras fontes de renda - será uma fase longa e cheia de restrições.

Muitas pessoas não consideram a contribuição previdenciária um investimento e, quando muito, contribuem pelo valor mínimo exigido por lei. Talvez "esqueçam" que - na medida que a idade avança - as demandas sociais e pessoais ficam mais caras enquanto que a nossa capacidade de trabalho diminui. Vale lembrar que o valor máximo das aposentadorias pagas pelo já deficitário Sistema Estatal, na imensa maioria dos casos, é inferior a despesa familiar mensal dos contribuintes no período pré-aposentadoria. Em outras palavras:

- mesmo recebendo o teto previdenciário, dificilmente o aposentado conseguirá manter o seu estilo de vida.

Isso nos mostra a importância de sermos racionais e previdentes em relação ao uso do dinheiro. Economizar precisa ser um hábito, do contrário, nos tornaremos um problema para nossos familiares.

Ironicamente muitas pessoas passam boa parte da vida fazendo planos para a aposentadoria sem sequer contribuir para a Previdência Social. Talvez, por isso, o dia tão sonhado nunca chegue, uma vez que sem uma fonte de renda complementar será impossível parar ou diminuir o ritmo de trabalho, tampouco curtir a vida.

Mesmo quem se preocupa com o futuro e contribui regularmente, seja para o INSS ou através de planos de instituições privadas, costuma ter dúvidas sobre quanto é preciso juntar para poder se aposentar. De fato, a questão é complexa, pois não há como definir um valor que sirva para todos devido às subjetividades e necessidades de cada indivíduo. Entretanto, é possível fazer projeções capazes de auxiliar nesta decisão tão importante. Para tanto, é necessário considerar fatores como a idade da pretendida aposentadoria, o tempo de contribuição, o número de dependentes do benefício, o estilo de vida da família, o custo fixo mensal médio, o patrimônio existente e, principalmente, as fontes de renda e reservas disponíveis.

Quanto antes começar, melhor!

Como já dissemos em outras oprtunidades, o TEMPO é o ativo mais importante de todos. Por exemplo: famílias que têm por hábito economizar 10% da renda mensal conseguem juntar o valor equivalente a 1 mês das suas receitas somente a cada 10 meses corridos. Isso significa que para formar uma reserva financeira equivalente a um ano de salários seria necessário guardar 10% ao mês durante 10 anos*.

Caso Prático:

Na tabela abaixo você verá quanto tempo leva e quanto é preciso economizar por mês para formar uma reserva financeira equivalente a 100 vezes o custo fixo familiar mensal.

Idade do futuro aposentado ao iniciar a reserva: 60 anos
Renda familiar mensal: R$5.000,00
Cenários: economia mensal variando de 10% a 20% da renda familiar

 Cenário 01Cenário 02Cenário 03
Renda Familiar Mensal  R$                   5.000,00  R$                   5.000,00  R$                   5.000,00
Economia Percentual Mensal 10% 15% 20%
Economia Mensal  R$                     500,00  R$                     750,00  R$                   1.000,00
Reserva Anual (R$ 6.167,78) (R$ 9.251,67) (R$ 12.335,56)
Despesa Familiar Mensal (custo fixo médio)  R$                   4.500,00  R$                   4.250,00  R$                   4.000,00
Meta  R$               450.000,00  R$               425.000,00  R$               400.000,00
Taxa de Juros da Aplicação (anual)** 6% 6% 6%
Tempo Necessário para Atingir Meta (meses) -875,52 -551,25 -389,12
Tempo Necessário para Atingir Meta (anos) -72,96 -45,94 -32,43
Idade do futuro aposentado ao iniciar a reserva (anos) 60,00 60,00 60,00
Idade do aposentado quando atingir a meta 132,96 105,94 92,43

A conclusão é que quanto maior o percentual de economia mensal e menor o custo fixo familiar, mais rápido se atingirá a meta. Vale a pena começar agora, senão...

*Sem capitalização.**Com capitalização líquida positiva de 6%aa. A inflação no período foi desconsiderada.

» Leia Agora: Imóveis: o alto custo da especulação imobiliária

Nossa missão é contribuir para o sucesso financeiro e pessoal dos nossos clientes.

G9 Investimentos - Consultores Associados